segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

"Embundinhando"

Às vésperas de completar 1 ano e 4 meses, o Bezinho finalmente está se locomovendo sozinho. A novidade de ele estar engatinhando de bunda está fazendo o maior sucesso... Agora a gente chama e ele se vem; vai atrás dos brinquedos, dos jornais, dos nossos chinelos, celulares, da Kika, de tudo que lhe chama a atenção.
Está ficando mais bagunceiro, inquieto, mostrando em suas vontades a personalidade doce e encantadora do nosso bebezão.
Adora um caldinho de feijão, mostrou gosto por bolas, pelas luzes de Natal; enfim aprendeu a tomar remédio sem cuspir...
Está dizendo mamama (mamãe), papa (papai), mbuá (água), nanana (nona), dadada (dadada mesmo), faz au-au, mu, miau tudo com o mesmo som, mas a gente distingue pela intensidade com que ele fala.
Segue encantado pela Galinha Pintadinha, fica hipnotizado ao ver os DVDs...
Está conseguindo se levantar sozinho, partindo da posição sentada, e adora fazer tchibum, caindo de bunda no chão (detalhe: dá uma olhadinha para trás, para ver se tem uma almofada para amortecer a queda kkkkk).
Nosso little Be está mais encantador e cativante do que nunca. Ver seus progressos nos enche de orgulho e felicidade, e nos dá a certeza de que estamos fazendo o melhor e que estamos no caminho certo!


video


Foi eu que fiz essa baguncinha...



video


domingo, 30 de novembro de 2014

Primeira Festa de Aniversário!




Finalmente consegui sentar e dedicar um tempinho para esta postagem tão especial.
A festinha do primeiro aninho do nosso Bê foi um espetáculo!
Ele estava super contente, nossos convidados foram infinitamente carinhosos, os quitutes impecáveis... Nossa felicidade esteve completa naquela tarde tão iluminada.
Mas quero fazer aqui um agradecimento especial a todos que se fizeram presentes... Optamos por convidar somente familiares pois, do contrário, seria uma mega festa, o que não estava nos nossos planos. E alguns tiveram que viajar e não pouparam esforços para estarem conosco comemorando o primeiro, de vários outros aniversários que virão. Nosso anjinho merece e agradece!

Bom, pra começar, o Bernardo chegou radiante na festinha. Sorrindo, brincando, fazendo caretinhas, batendo palminhas... Feliz da vida para receber seus ilustres convidados...






As primeiras fotos foram tiradas com o papai, mamãe e maninha... Puro amor e felicidade, nosso Gugu mais que especial, que alegra nossos dias e ilumina nossas vidas. 








Em seguida chegaram os nonos, sempre incansáveis e acolhedores, nos ensinando  e dando exemplo de família, lar, dedicação, felicidade e amor.


A vovó coruja sempre saudosa, com seu carinho e colo aconchegante, que o Bê adora!


Os amigos: 
Paulinha - minha amiga-irmã amada, que veio de Porto Alegre especialmente para o niver do sobrinho, momento em que se conheceram e criaram mais um laço de carinho e amor.
Marília, Carol e Júlia, amigas da mana, abrilhantaram a festa com sua beleza e juventude.
Márcio e Thaíse - se fizeram presentes celebrando a amizade e eternizando esta dia com fotos espetaculares
Ivan, Michele e Nanda, dindos e amigos especiais e fiéis.


Os queridos tios-avós Carlos e Gringa e a mimosa e linda prima Clarinha.


Em meio à mulherada - nona, mana e vó; e tia Carol, sempre pronta para um colo, suquinho, para receber um carinho, presente em todas as horas!


As queridonas prima Maísa e tia Naira; e com as primas Maísa e Catarina e o tio Paulo


A família inteira da mamãe




As quatro gerações, com as bisas Lady e Jacy


Com as bisas e a tia-bisavó Duca, que aguentaram o barulho, o cansaço da viagem para celebrar a vida e comemorar com o mais novo representante.


Com os queridos tios-avós Leonel e Sônia, Carlos e Nanani que sempre nos acolhem da melhor maneira possível em Santa Maria


A vovó Clarice, emprestada pela prima Antônia, participando quase diariamente dos progressos do Bê; e a Tia Ceni, que cuida com todo carinho da bisa Lady


Prima Galega e tia Jeane; Tio Beiço, Vivi, Galega e Jeane; primos Valéria e Biano, que tornam nossas vidas ainda mais divertidas


Tio Maiquel e Tia Fê com a prima Catatina e Dindos Bruna e Régis - amor incondicional que se renova a cada dia, mesmo com a distância, pois amam nosso bebê de todo o coração.



Tia Carol e Tio Éverton; Tio Diogo e Tia Cheisa, com a prima Antônia sempre presentes!

 
Dandando com o papai 


Toda a família do papai


Tios-avós Géio e Silvana e Renira, sempre carinhosos e exemplo de união e cumplicidade;
Primos Régis e Rosane que se divertiram e se emocionaram, em uma mistura de sentimentos que só eles sabem. Não esqueço as palavras da Rosane "meu anjo ficou 20 anos comigo e era para ser meu, o teu anjo é lindo e era para ser teu". Obrigada!


Com tios e primos


A bênção do Padre Alex não poderia faltar, pois foi Deus que nos enviou a mais perfeita de suas criações


A hora dos parabéns - o gordinho se assustou e chorou, mas faz parte... kkk



Vejam só quantos presentes!!!!!


Homens e mulheres


Fim de festa!


domingo, 28 de setembro de 2014

Atualizando...

Nosso bebezinho já é um bebezão!
O tempo passa e a gente nem percebe... Parece que foi ontem que vimos aquele rostinho fofo pela primeira vez, e ele já está agitando a milhões!!
Agora, o gordinho já consegue bater palminhas adoidado, bem forte, umas quantas em sequência, é só a gente cantar parabéns a você, que ele bate uma mãozinha fofa na outra bem direitinho.
Já manda beijos estalados e lindos... Faz carinho, procura se agarrar para se levantar (nem sempre consegue, ainda precisa de ajuda), faz caretinhas meigas e encantadoras, apertando os dentinhos lindos, dá tchauzinho... Adora uma bagunça, já dá mordidas de levantar a pele, inclusive andou mordendo a língua tão forte que chegou sangrar...

Mas nem tudo são flores... Depois de quase um mês gripadinho, o Bê não quer saber de comer. A gente dá feijão, papinha, mistura de tudo um pouco, e nada... É só enxergar o babeiro que já sai cuspindo tudo, fazendo carrinho com a língua pra fora. Confesso que isso me preocupa e frustra, já que sei que ele precisa comer para ficar forte e saudável e, além disso, ele andou emagrecendo... Ainda bem que o leite ele não refuga, fica todo faceiro quando vê a mamadeira. Safadinho... Espero que seja só uma fase, e que passe logo!

E sua meiguice continua encantado a todos. A cada dia que passa, é maior o amor, o carinho, a dedicação, o entusiasmo, o orgulho, a vontade de fazer mais e mais pelo nosso anjinho, que veio encher nossas vidas de mais VIDA!

Apreciando os movimentos na porta da casa dos nonos.

Bem sentado, dono de si!

Bora dar uma banda na moto do Tio Géio!

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Ser Gaúcho...


No Rio Grande do Sul, comemoramos a Semana Farroupilha em setembro, com o dia 20 sendo o dia em que a Revolução Farroupilha se deu início, em 1835, quando hoje comemoramos o final das festividades desta semana com um desfile de CTGs e PTGs. A revolução teve duração de quase 10 anos, e seu início foi, basicamente, devido às taxas abusivas impostas pelo governo sobre os produtos rio-grandenses.

Mas o maior legado dessa "peleia" foi o orgulho de ter nascido nesta terra...
Ser GAÚCHO é saber de suas origens, honrar a tradição, usar bombacha, bota, poncho, guaiaca; vestido com saia de armação, arranjo de flor no cabelo, chiripá; dançar chula, maçanico, vaneira, chamamé; comer cacetinho, guisado, bergamota, negrinho; ouvir o canto do quero-quero e da cigarra como se fosse música; assar um bom churrasco, uma linguiça; tomar chimarrão todo dia, tanto no inverno quanto no verão; aproveitar bem as quatro estações do ano, seja no verão - naquele calor de derreter - ou no inverno - em uma aragem de renguear cusco; falar bah, tchê, capaz, tri legal, mazaaaa, guri/guria, fora da casinha, baita, prenda, peão, bagual... É saber cantar o Hino Rio-grandense e se orgulhar de cada palavra...
Ser gaúcho é ser hospitaleiro; é apreciar o pôr do sol no Guaíba; torcer fanaticamente pelos nossos times, tocando flauta nos rivais... É montar no cavalo e camperear livremente; tocar gaita, trovar, declamar...
É possuir o melhor IDH do país (ONU), menor índice de analfabetismo (IBGE), população mais longeva da América Latina (OMS), as mulheres mais belas, os melhores vinhos, o melhor lugar para se viver...

E o nosso gauchinho não foge à regra - soube honrar a tradição e foi assistir ao desfile todo pilchado, com direito à boina, bombacha, lenço e alpargata.
E viva o Rio Grande!

Tapado de tradição!

De olho nos "pocotó"

Narizinho mais delicado!

Olhaaaaaaaaaa
O "causo" é o seguinte...

Lindo!
Cheirinho da nona


"Dandando"


Reverenciando as bandeiras


Momento descontração com vovó e papais

Não perde um...

Entregue!
É só alegria esse gauchinho amado!